quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

É NATAL


NATAL OUTRA VEZ / Dezº. 2009

« A arte está morta –ouve-se já dizer. É uma forma de se afirmar que o sagrado morreu. Não morreu. Como não morre a arte, sua morada mais visível. E para o sabermos, que outra razão mais radical do que a de que o homem continua?» Vergílio Ferreira (Pensar )

Sonhei que não tinha dinheiro. Para prendas, para nada. Nem chavo. Assim as coisas teriam de passar obrigatoriamente por este lado: cumprir o ritual natalício com mais palavras. Mas já há palavras a mais. Foi até para tal fim que se inventaram os telemóveis: para manter as pessoas “contactáveis”. Facto que, a ser levado a sério, nos exigiria outro tratamento ao desprezado sentido do tacto. Adiante.

Mas como acastelar conjuntos de adjectivos, visitar algumas metáforas alusivas à quadra, perder também o meu pedaço de sensatez, embarcando, enfim, nesta voragem de rodopios mais ou menos carnavalescos, de luzes, de fatiotas, de fitinhas a reluzir em todas as esquinas, por dentro e por fora das nossas almas? Fico sempre despudorado, com a sensação de quem partiu, por querer, a asa de um anjo, retirando-lhe, desta feita, a oportunidade de cantar na Missa do Galo ou de convocar, por essa noite fria, os seus pastores, para o dever de ofício que os canteiros lhe deram, impondo-lhe os cânticos celestiais, as glórias e os hossanas que os homens organizados de hoje, tão dados a essa trapalhada confusa, mas utilíssima, a que chamam «markting», traduziram para a linguagem das novas tecnologias –o latim passou, é língua morta –o “english” dos supermercados, dos shopings, onde há um deus em cada prateleira, nunca escondido mas ali mesmo, generoso, à vista, se não mesmo em promoção, em carne e osso, um deusão a sério e não de plástico como também há muitos “made in China”.

Que é o chamado “espírito de Natal”? O amor da e à família? Não me gozem. Lá no fundo, bem no segredo do nosso íntimo, estamos todos a achar que somos uma data de “tansos”, a gastar presentes inúteis para quem os não merece e faz umas tremendas fitas a recebê-los, quem atravessa o seu deserto das tais «rgandes superfícies» sem aquele requinte que se identifica no ar das mais brilhantes «madamas», loiras recentes de drogaria.

Não convoquemos os pobrezinhos para a nossa mesa de consoada que eles são os novos Profetas, os anunciadores desta nova Aurora, os mais procurados do sistema mediático, Pais-Natais de carne e osso, a que nada falta: travessas de poesia, vestimentas de romagem de amor puro e simples, mais rústico que todos os musgos dos presépios. Esses pobrezinhos, coitadinhos, ficam ricos, nestas alturas, por causa de tanta caridade, de tão boa consciência que escorre por eles abaixo…É por esta época que eu mais os invejo:nunca lhes falta nada por dentro e por fora do coração e fazem com que todos aqueles que, como eu, fingem que gostam muito dos pobrezinhos, se sintam de bem consigo mesmos e sejam ainda um pouco mais felizes.

Pronto. É claro que não vou mais esperar que o tempo sideral, cósmico, racional e abstracto, kronos, o tempo das ampulhetas electrónicas pare e nos devolva um Tempo primordial, solsticial, cíclico e recuperável, favorável, kairos! Só quero que Deus, o Senhor do Ser e do Nada, ou da Crise, da Vida e da Paz, vos faça um só favor, nesta quadra, vos conceda um suave presente: deposite na palma da vossa mão a música do silêncio!

E assim far-se-à uma Nova Luz de Natal.

Um abraço amigo.

José Melo

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

VIAGEM de PÁSCOA


ATENÇÃO , muita atenção

Avisem os vossos Pais e, ou Encarregados de Educação.

Vai haver reunião para os Pais, na Escola, a explicar a viagem, no próximo dia 10.Dezembro.2009, uma, às 19h00 e outra, às 21h00
(para quem não puder estar às 19h00).

É DO INTERESSE DE TODOS NÓS.

PEREGRINAGENS E OUTRAS VIAGENS ...

E como não podia deixar de ser, eis aqui o Professor Melo, em toda a sua plenitude, a abrir-nos o desejo a outras idas.
(passa-se a transcrever:)

Peregrinagens e outras viagens…

E ainda devo um rissol ou um cacho de uvas a alguém? …

Pois há muito boa gente, nestas andanças da educação, que acha (e cá está o “achismo” como a expressão ideológica dominante destes tempos pós-modernos) que isto de visitas de estudo, de sair das quatro paredes da salinha de aula, não dá e é perigoso para os professores…

No burgo da Soares não se pensa assim, felizmente. E toca de zarpar, num belo dia primaveril, por essas Galizas fora, rumo “ao estrangeiro”, para visitar museus “do Home”e “a Casa das Ciências” onde as coisas da mãe-natureza e os seus segredos se transmutam em jogos de brincar, e é possível ver pintainhos a nascer dos ovinhos ou rãs de camuflagem, parecidas com folhas secas ou com pedras, ou mesmo miniaturas de plástico cor de laranja!

E lá fomos, juntos e à molhada, para La Coruña e Santiago –aqui em busca do “camino”, porque se não se vai lá em vida, tem que ser depois da morte (E nessa condição deve dar uma trabalheira dos diabos, com os ossos do esqueleto todos a chocalhar, “choc”, “choc”, pela estrada fora)…

Vimos o encantamento dos olhos de tanta rapaziada, a deparar com aqueles granitos velhos, medievos de Compostela, arregalando-se diante do Obradoiro, fitando a imponência das torres com a mesma admiração daqueles que as demandam a partir de Roncesvales, de onde começa o tramo espanhol do célebre “Camino Francês”! Porque a ideia de peregrinar está-nos na massa do sangue, di-lo qualquer antropólogo de pacotilha, e nós sentimo-lo nestas iniciativas que tantas vezes se tomam ignorando os contornos mais profundos de alcance existencial e metafísico…Tratar-se-á de abrir as portas ao sonho? Ou de fazer com que cada um vá, à medida das suas capacidades, percebendo que o mundo existe para lá da nossa leira, que andamos falhos de lhe tomar o pulso e de alargar horizontes, tal como acontece com os livros, com o cinema, com a arte em geral!

E claro que este ano vamos continuar a explorar o mundo, ou, como nos avisava René Descartes, “ler o grande livro do mundo”. Não para “ver cortes e exércitos, experimentar pessoas de diversos feitios e condições ou nos experimentarmos à nós mesmos”…mas sim para, não só não perdermos o encantamento que é aquela atitude que herdámos de crianças, mas também para acrescentarmos algumas valências de enriquecimento aos nossos saberes/sabores escolares!

Tendo bem presentes estas dinâmicas, propor-vos-emos uma ida a León, em Fevereiro, a seguir ao Carnaval (de dois dias) e outra ida a Santiago de Compostela, para “mirar algo nuevo”, como diria o nossa Eça de Queirós e “temperar” as pernitas com os três últimos quilómetros do “Camino”, entrando assim, ainda que simbolicamente na busca de Sentido que leva tantos milhares de seres humanos a, por uma vez na vida, largarem tudo só por causa desse ideal de “fazer caminho”. Haveremos de conhecer muitas mais histórias e associá-las às jornadas filosóficas do nosso quotidiano. Enamorem-se pelo saber e pela cultura! Até breve e um abraço.

José Melo (Prof de Filo)

a POESIA está de volta

O nosso estimado Professor Melo enviou-nos, para abertura deste mês de Dezembro que nos traz memórias várias, um poema de
JOSÉ TOLENTINO DE MENDONÇA.

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

CONCURSO DE IDEIAS

Até 29.01.2010 está aberto Concurso de ideias para equipamentos para o exterior à Escola.
Ver na coluna à esquerda o REGULAMENTO (ou aqui)

terça-feira, 24 de novembro de 2009

UM FILHO DA CASA

Adicionamos na nossa lista de site uma página de PAULO GASPAR FERREIRA
Um antigo aluno da "Soares"
(pode aceder daqui à página)

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

ATELIÊ DE DESENHO E PINTURA


Vai decorrer na Escola um ateliê de Desenho e Pintura orientado pela Profª Palmira Lopes entre 4 de Dezembro e 30 de Julho de 2010, cujas inscrições estão abertas a todos os interessados.



Para ver as condições, aceder aqui ao site da Escola www.essr.net e ver a notícia

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

ACERVO DA ESCOLA SOARES DOS REIS

INICIAMOS HOJE A PUBLICAÇÃO DE TRABALHOS REALIZADOS EM ANOS ANTERIORES, POR ALUNOS, E NÃO SÓ, E QUE FAZEM PARTE DO ACERVO DA ESCOLA.

ESTE TRABALHO - INVENTÁRIO É DA RESPONSABILIDADE DOS PROFESSORES:
LUÍS ZOIO
RUI CORREIA
MANUEL RAMOS

COMEÇAMOS POR MOSTRAR OS TRABALHOS DE ESCULTURA.
PARA OS VEREM É IREM À COLUNA DA ESQUERDA E, ONDE DIZ INVENTÁRIO, PROCURAR ESCULTURA E DEPOIS BAIXO RELEVO....

IREMOS, COM ALGUMA FREQUÊNCIA, ACRESCENTAR NESSE ITEM "INVENTÁRIO2 O RESULTADO DO TRABALHO EM CAUSA.

QUE OS OLHOS SE VOS ARREGALEM E QUE A MENTE DESFRUTE O QUE ESTA CASA PRODUZ.

MAIS UM PRÉMIO E...

O filme "A 4ª DIMENSÃO", realizado pela SARA OLIVEIRA, recebeu o prémio de "MENSÃO HONROSA" no "3º CONCURSO DE VÍDEO ESCOLA 8 E MEIO", realizado na Póvoa do Varzim.

para vê-lo aceder a:
http://clubeoitoemeio.blogspot.com/2009/11/lista-de-premiados-3-concurso-de-video.html

Este mesmo filme foi também seleccionado para o "AROUCA FILM FESTIVAL" a realizar de 20 a 22 de Novembro
pesquisar em:
http://aroucafilmfestival.com/09/filmes-seleccionados

Para além disto, o filme "PROCESSO CRIATIVO" de MÁRIO MACHADO, foi seleccionado para o "PRÉMIO JOVEM CRIADOR" no "FESTIVAL OVARVÍDEO"que se realiza de 17 a 22 de Novembro

terça-feira, 27 de outubro de 2009

A BIBILIOTECA DIGITAL MUNDIAL


UM PRESENTE DA UNESCO PARA A HUMANIDADE INTEIRA


Já está disponível na Internet, A BIBLIOTECA DIGITAL MUNDIAL através do sítio www.wdl.org

Esta é uma notícia QUE NÃO SÓ VALE A PENA LER, MAS QUE É UM DEVER ÉTICO TRANSMITIR!!
Reúne mapas, textos, fotos, gravações e filmes de todos os tempos e explica em sete idiomas as jóias e relíquias culturais de todas as bibliotecas do planeta.
Tem, sobre tudo, "carácter patrimonial" , antecipou em LA NACION Abdelaziz Abid, coordenador do projecto impulsionado pela UNESCO e outras 32 instituições.
A BDM não oferecerá documentos correntes, a não ser "com valor de património, que permitirão apreciar e conhecer melhor as culturas do mundo em idiomas diferentes: árabe, chinês, inglês, francês, russo, espanhol e português. Mas há documentos em linha em mais de 50 idiomas".
Entre os documentos mais antigos há alguns códices precolombianos, graças à contribuição do México, e os primeiros mapas da América, desenhados por Diego Gutiérrez para o rei de Espanha em 1562", explicou Abid.
Os tesouros incluem o Hyakumanto darani , um documento em japonês publicado no ano 764 e considerado o primeiro texto impresso da história; um relato dos azetecas que constitui a primeira menção do Menino Jesus no Novo Mundo; trabalhos de cientistas árabes desvelando o mistério da álgebra; ossos utilizados como oráculos e esteiras chinesas; a Bíblia de Gutenberg; antigas fotos latino-americanas da Biblioteca Nacional do Brasil e a célebre Bíblia do Diabo, do século XIII, da Biblioteca Nacional da Suécia

Fácil de navegar:
Cada jóia da cultura universal aparece acompanhada de uma breve explicação do seu conteúdo e seu significado. Os documentos foram passados por scanners e incorporados no seu idioma original, mas as explicações aparecem em sete línguas, entre elas O PORTUGUÊS.
A biblioteca começa com 1200 documentos, mas foi pensada para receber um número ilimitado de textos, gravados, mapas, fotografias e ilustrações.

Como se acede ao sítio global ?
Embora seja apresentado oficialmente na sede da UNESCO, em Paris, a Biblioteca Digital Mundial já está disponível na Internet, através do sítio www.wdl.org .
O acesso é gratuito e os usuários podem ingressar directamente pela Web , sem necessidade de se registarem.

Permite ao internauta orientar a sua busca por épocas, zonas geográficas, tipo de documento e instituição. O sistema propõe as explicações em sete idiomas (árabe, chinês, inglês, francês, russo, espanhol e português), embora os originais existam na sua língua original.
Desse modo, é possível, por exemplo, estudar em detalhe o Evangelho de São Mateus traduzido em aleutiano pelo missionário russo Ioann Veniamiov, em 1840. Com um simples clique, podem-se passar as páginas de um livro, aproximar ou afastar os textos e movê-los em todos os sentidos. A excelente definição das imagens permite uma leitura cómoda e minuciosa.

Entre as jóias que contem no momento a BDM está a Declaração de Independência dos Estados Unidos, assim como as Constituições de numerosos países; um texto japonês do século XVI considerado a primeira impressão da história; o jornal de um estudioso veneziano que acompanhou Fernão de Magalhães na sua viagem ao redor do mundo; o original das "Fábulas" de Lafontaine, o primeiro livro publicado nas Filipinas em espanhol e tagalog, a Bíblia de Gutemberg, e umas pinturas rupestres africanas que datam de 8.000 A.C..

Duas regiões do mundo estão particularmente bem representadas:
América Latina e Médio Oriente. Isso deve-se à activa participação da Biblioteca Nacional do Brasil, à biblioteca de Alexandria no Egipto e à Universidade Rei Abdulá da Arábia Saudita.

A estrutura da BDM foi decalcada do projecto de digitalização da Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos, que começou em 1991 e actualmente contém 11 milhões de documentos em linha.

Os seus responsáveis afirmam que a BDM está sobretudo destinada a investigadores, professores e alunos. Mas a importância que reveste esse sítio vai muito além da incitação ao estudo das novas gerações que vivem num mundo áudio-visual.

domingo, 25 de outubro de 2009

CURSOS EFA

ESTA É UMA NOTÍCIA PARA OS PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO
(Mas também pode ser para os Alunos, e também para .....)

ESPREITAR AQUI

"COISAS" ... NÃO, OBJECTOS COM ARTE, BONITOS

ESTÃO A VER (BEM)... O QUE JÁ PERDERAM, PORQUE JÁ SE FORAM...
MAS AINDA TÊM MUITAS OUTRAS HIPÓTESES. BASTA ESTAREM ATENTOS À ASSOCIAÇÃO DE ESTUDANTES
.

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

VÁ LÁ... ESTEJAM ATENTOS

A Associação de Estudantes, volta e meia, meia volta, faz umas vendas, ... não é de garagem, mas quase, de produtos, em cerâmica, elaborados na Escola em anos anteriores.
Os preços são acessíveis e assim todos contribuímos, de uma forma suave (não é a prestações!), para que os nossos amigos que estão à frente da Associação de Estudantes tenham "graveto", "pilim", "money", ... o que vocês lhe quiserem chamar...., para poderem realizar uns eventos de agrado a todos nós.
Estejam pois atentos .....

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Não foi na Soares ... MAS PODIA TER SIDO!

"A MINHA ESCOLA"

"Nunca tinha sido artista se não tivesse andado na António Arroio", diz imediatamente Joana Vasconcelos, que completou o ensino secundário na escola de artes de Lisboa. "foi lá que eu percebi, numa fase essencial da minha vida, a vastidão do mundo artístico. Percebi que arte não é só pintura, nem arquitectura, havia joalharia, tapeçaria, etc...", fundamenta a artista plástica.
"Nunca mais me hei-de esquecer do momento em que entrei na escola, pela primeira vez, e senti que afinal havia mais pessoas como eu."
No entanto, Joana Vasconcelos acordava às 6h00 e apanhava dois autocarros para chegar à escola. Não se queixa. Afinal, foram "anos fantásticos".

(in, suplemento " Ranking - Ensino Básico e Secundário" do Jornal Público, de 17.10.2009)

domingo, 18 de outubro de 2009

E O NORTE DE PORTUGAL SE JUNTA À GALIZA

EIS UMA NOTÍCIA INTERESSANTE... AQUI ...

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Grupo de Teatro


"E se fossemos?" um grupo de teatro escolar e não só, fundado em 2008 por duas alunas (Ana Wellenkamp e Ema Guimarães), na altura ainda sem nome e compacto. Mais tarde, pondo realmente a ideia em pratica o grupo alargou-se e foi constituído por alunos dos diversos anos, visto que a maior parte se mantém, é assim composto por: Ana Dias, Ana Pereira, Ana Santos, Ana Wellenkamp, Ana Sampaio, Carlos Aguiar, Diana Romero, Ema Guimarães, Penélope Coelho entre outros alunos.

Este grupo conseguiu assim ser orientado pela Panmixia Associação Cultural, que contribuiu para aperfeiçoar/melhorar as nossas capacidades nesta área. Contamos assim com o apoio de dois actores: Rui Matos e Susana Paiva (que será este ano substituída por Linda Rodrigues) um encenador (José Carretas) e uma produtora (Margarida Wellenkamp). Neste projecto contamos também com o apoio de dois professores: Nuno Lucena e Maria Rosmaninho. Claro que nunca seria possível sem a disponibilidade de tempo e local que o professor José António Fundo nos proporcionou, nem sem a cooperação da professora Lurdes Figueiral.

"E se fossemos?"


sexta-feira, 25 de setembro de 2009

EIS A POESIA DE NOVO


Sempre o nosso amigo e estimado Professor Melo

"BOM DIA BELEZA"

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

EXPOSIÇÃO DE PAULO GASPAR FERREIRA

O CANIÇO VISITOU E RECOMENDASÓ UM CHEIRINHO....


PAULO FERREIRA






EIS AQUI AO LADO O CURRICULUM
DE
PAULO FERREIRA
(E TENHAM UMA SURPRESA)
(BASTA CLICAR NA IMAGEM)

ANO LECTIVO 2009 / 2010

ESTAMOS DE VOLTA

E ESPERAMOS QUE VOCÊS TAMBÉM

PARA QUEM CÁ ESTÁ PELA PRIMEIRA VEZ ISTO É UM LUGAR PARA MOSTRAR AS VOSSAS CRIATIVIDADES.

PARA QUEM JÁ CONHECE.... ESTÃO À ESPERA DE QUÊ?

ESTE LUGAR É PARA TODA A COMUNIDADE EDUCATIVA COM ÊNFASE PARA OS ALUNOS, POR ISSO... MEXAM-SE...

NÃO O TORNEM IGUAL AO ANO PASSADO, APENAS EU E O ESTIMADO PROFESSOR MELO A CONTRIBUIRMOS.

BEM HAJAM.

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

TOMADA DE POSSE DO DIRECTOR DA ESCOLA


PARA VEREM AS FOTOGRAFIAS DA TOMADA DE POSSE

É "CLIKCAREM" AQUI

segunda-feira, 27 de julho de 2009

E CONTINUAMOS A GANHAR PRÉMIOS

PORQUE SERÁ?

A Professor Palmira envia-nos uma notícia
do
Professor Roberto Esteves:



É com grande satisfação, que recebi a informação que o projecto final PAA
da
aluna Sara Oliveira

"A 4ª Dimensão", ganhou o 1º prémio da edição 2009
do
Concurso de Vídeo da Inatel.


Mais detalhes em:

AQUI



domingo, 5 de julho de 2009

ÚLTIMAS ** NOTÍCAS ** ÚLTIMAS

1. CASA OFICINA "ANTÓNIO CARNEIRO"

2. PROGRAMA DA CÂMARA MUNICIPAL DO PORTO

3. Já saiu do prelo o número dois da REVISTA/JORNAL (em papel) "O CANIÇO".
Quem se for matricular à Escola, nos dias 8, 9 e 10 de Junho de 2009, nos 11ºs e 12ºs anos, poderá levantar, na sala das matrículas, um exemplar. Para os restantes, durante a "exposição" do dia 8, estará alguém a distribui-la.

4. NOS PRÓXIMOS DIAS 9 E 10
DE JULHO HÁ MOSTRA DE CURTAS, da Soares e na Soares.


quinta-feira, 11 de junho de 2009

NOTÍCIA - AOS PAIS DO 1Oº ANO

IMPORTANTE E INTERESSANTE E NECESSÁRIO

[ VER AQUI ]

terça-feira, 9 de junho de 2009

domingo, 7 de junho de 2009

sábado, 6 de junho de 2009